Dicas para a PS4

Pandemia não afectou vendas da PS4, pelo contrário

Números impressionantes para uma consola que se prepara para fechar o ciclo

O relatório de contas da Sony referente ao primeiro quarto do ano foi hoje publicado e aponta a um ano fiscal 2020 muito positivo; produção da PS5 continua planeada para o final do ano.

PS4 teve uma quebra nas vendas

Começando pelo que foi menos bom: as vendas de hardware PS4 tiveram uma cotação negativa, fruto da pandemia COVID-19. Foram compradas pelos retalhistas 1.9 milhões de consolas, elevando o total de vendas da consola (até 30 de junho) para o impressionante número de 112 milhões de PS4 vendidas. A segunda consola mais vendida da história (sendo a primeira a PS2 com 157 milhões).

Vendas físicas desceram mas digital aumentou em força

Como seria de esperar e com as lojas fechadas, as vendas físicas de consolas e jogos PS4 desceram 22%, no entanto, as vendas digitais tiveram um aumento de 83%, contribuindo assim para uma receita na ordem dos 3,72 biliões de dólares.

Em comparação com o ano passado, o aumento é de 36%, valores impressionantes que confirmam a forte presença da Sony no mercado dos vídeo-jogos.

The Last of Us: Parte 2 é um dos culpados

Exclusivo PS4, The Last of Us: Parte 2 foi apontado pela Sony como um dos grandes responsáveis para estes aumentos e é esperado que Ghost of Tsushima e os jogos que irão ainda sair na PS5, façam com que este ano fiscal seja um gigante sucesso para a Sony.

45 milhões de subscritores no PS Plus

Aumento significativo no PlayStation Plus para os 45 milhões de utilizadores, quase metade da população existente na PlayStation Network (113 milhões activos).

Mais histórias
Duas consolas PS5 e um comando DualSense
Que grande PS5