WRC Generations

WRC Generations – Análise

WRC Generations
Release Date
3 Novembro, 2022
Estúdio
Kylotonn
Género
Simulador Rally
Plataformas
PS4, PS5, Xbox S|X, Xbox One, PC e Switch

A derradeira coleção WRC chegou. WRC Generations é o último a ser desenvolvido pela Kylotonn e como tal, esta despedida chega quase como uma coleção de tudo o que foi feito nos títulos anteriores.

Se estão interessados em Generations e estão a transitar de WRC 10, não esperem imensas novidades neste novo título, a verdade é que continua igualmente bom, tal como o seu antecessor e em termos de melhorias focou-se sim em fazer uma despedida em grande puxando ao limite as melhorias que tinham em mente desde questões de navegação na interface gráfica, ligeiras melhorias na condução e outras tantas nuances que podem ficar a conhecer no decorrer da nossa opinião.

svg%3E

Se está bom não mexe mais

WRC Generations sabe muito ao seu antecessor o que é algo positivo uma vez que WRC 10 já estava altamente refinado na sua condução e realismo de rally. Desta forma assim que começamos a jogar as melhorias mais óbvias saltam à vista: melhorias na navegação dos menus e na clareza das configurações que fazemos aos veículos.

A verdade é que grande parte dos modos de jogo já eram nossos conhecidos e apenas sofreram pequenas melhorias aqui e ali com maior destaque a incidir sobre o modo Carreira e a árvore de progresso que vamos desbloqueando e investindo mais tempo em melhorar. Tal como nos anteriores, temos o calendário de eventos onde devemos marcar os nossos treinos e preparações para cada prova de forma a tirarmos o melhor aproveitamento possível.

svg%3E

Carros híbridos são a maior novidade

Como já tínhamos noticiado no passado, os carros híbridos marcam presença pela primeira vez em WRC.

Com a chegada destes veículos, a forma como começamos e gerimos as corridas também muda. Uma vez que precisamos de forma inteligente, gerir o esforço do carro e da nossa condução baseando o consumo de energia numa maior aceleração ou poupar a mesma para uma gestão a longo prazo.

Nesta lista de carros híbridos Rally1 vão encontrar nomes como Hyundai i20, Toyota GR Yaris, Ford Puma, entre outros.

O pneu certo para o clima e piso certo

Tendo perante nós um simulador de rally oficial não podíamos esperar nada mais nada menos que o máximo de realismo. E isso transcende os modelos realistas, as marcas e pilotos os circuitos, tudo licenciado oferecem a experiência definitiva.

Mas isto é ainda melhorado com o efeito das condições meteorológicas nos circuitos porque obrigam-nos a adaptar a nossa condução e a escolha dos pneus que fazemos. Não dá para ser despreocupado com isto, uma escolha errada resulta numa curva que é feita a direito, para fora da pista.

svg%3E

A sensação ao volante das curvas, do comportamento de cada carro e dos kit de pneus que escolhemos, tudo está afinado ao melhor detalhe, tal como no seu antecessor.

Uma mudança de testemunho necessária

A KT Racing (Kylotonn) tem feito um trabalho incrível nos últimos WRC, foi uma dedicação extrema ao realismo e ao que os fãs esperavam de um simulador e esta parece ser a altura perfeita para passar o desenvolvimento para a Codemasters da EA.

Cabe-nos agora aguardar o que irá ser o próximo título da série e se consegue manter o nível de qualidade a que tanto nos têm habituado.

svg%3E

WRC Generations é a melhor “conclusão” do trabalho da KT Kylotonn, um jogo que inclui o que saiu de melhor nos anteriores, sem arriscar demasiado. Obrigatório para os amantes do género mas caso estejam a jogar ainda o WRC 10, podem esperar um pouco até arrancar para Generations.

WRC Generations
Positivo
O mais completo WRC até aos dias de hoje
Obrigatório para os fãs da modalidade
Melhoria e refinamentos do título anterior
A melhorar
Visualmente ultrapassado na nova geração de consolas
Para quem tem o WRC 10 pode não compensar o upgrade
7

Não percas uma novidade