Evil Dead Cover scaled e1655049866656

Evil Dead – Análise

svg%3E
Release Date
13 Maio, 2022
ESTÚDIO
Saber Interactive
GÉNERO
Sobrevivência/Terror
PLATAFORMA
PS4 e PS5

Evil Dead é uma adaptação dos icónicos filmes de terror, tendo momentos de brilhantismo quando jogado com amigos e fazendo esquecer os problemas na mecânica do jogo e a pouca variedade de mapas disponível nesta fase.

Evil Dead é um jogo multiplayer assimétrico num ambiente de terror onde o objectivo é a sobrevivência. Embora o foco do jogo seja o multiplayer, também é possível jogá-lo no modo single player. No entanto Evil Dead deve ser jogado com mais pessoas, preferencialmente amigos, conseguindo com isso tirar o melhor que o jogo tem para oferecer.

Sobreviver para ver outro dia

Quando jogamos no modo Survivor podemos optar por jogar como um dos sobreviventes (jogando sozinho ou com outros jogadores) ou jogando como demónio.

Quando optamos por jogar como um dos sobreviventes temos de primariamente escolher um dos personagens que estão divididos em quatros classes.

svg%3E

Existem as classes de Líder, onde e como o próprio nome indica é ideal para quem querer liderar o grupo, tendo maior resistência ao medo e oferecendo , Guerreiro para quem gosta de andar com um machado ou espada a matar zombies , Caçador que prefere o uso d armas de longo alcance e Suporte cujo o objetivo é apoiar os outros jogadores no decorrer da sessão.

Cada um dos personagens pode ser evoluído com XP ganho no decorrer dos jogos. Cada personagem tem uma árvore de skills.

svg%3E

Quando começamos o jogo temos de cumprir alguns objetivos para podermos lançar o ritual que irá erradicar todo o mal presente. Começamos por ter de obter três partes de mapas espalhadas pelo mapa, para complementarmos com mais alguns artefactos necessários. Com exceção das partes do mapa, os outros objetivos incluem sobrevivermos a ataques de inimigos durante um pequeno período de tempo.

Jogamos com um dos quatro sobreviventes num trabalho em equipa. O início deste modo assemelha-se um pouco a um jogo de Battle Royale. Os primeiros minutos são passados a explorar e encontrar loot para se arrancar para o verdadeiro objetivo do jogo.

Existe diverso tipo de loot que passa desde as latas de soda (regeneram vida), a fósforos, amuletos e acima de tudo armas (melee ou ranged). Outro tem importante são as garrafas de Pink F que podem ser gastas para evoluir o nosso personagem durante o jogo.

svg%3E

Os sobreviventes dispõem de trinta minutos para cumprir todos os objetivos e eliminar os demónios pelo que não é possível gastar demasiado em busca de loot.

Este modo não apresenta algo de muito diferente do que Friday the 13th: The Game ou Dead by Daylight oferecem.

Podemos no entanto optar por jogar com um dos três demónios disponíveis, onde o objetivo é impedir que o grupo de sobreviventes tenha sucesso.

Nesta opção passeamos no mapa como um espírito podendo plantar armadilhas, invocar espíritos para combater os sobreviventes ou mesmo possuir o corpo de um dos sobreviventes quando atingem o estado máximo de medo.

Embora pareça uma missão fácil, a verdade é que os tempos de cooldown são relativamente grandes e exigem que não estejamos a debitar feitiços de forma aleatória e constante. É necessário saber onde, quando e que feitiços devemos usar de forma a dispersar e eliminar os sobreviventes.

De referir também que, enquanto sobreviventes é possível jogar contra um demónio controlado por inteligência artificial em vez de inteligência humana.

Jogabilidade

Através de uma perspetiva de terceira pessoa, Evil Dead oferece-nos uma jogabilidade que embora simplista, apresenta alguns problemas que assombram a jogabilidade, principalmente o facto de não existir um botão para saltar. Este pequeno detalhe faz com que muitas vezes fiquemos presos em espaços (principalmente durante combate) sem muita hipótese de fuga. Outras ocasiões temos de dar uma volta enorme porque não conseguimos subir uma pedra que tem a altura do joelho do personagem.

Bom, na verdade até existem alguns pontos pré-definidos onde podemos saltar alguns obstáculos (como por exemplo algumas vedações) onde nos é dada a opção para saltar ou subir pressionando o triângulo.

Outro dos aspetos um pouco mais atabalhoados do jogo é a condução de veículos que é extremamente frustrante visto qualquer obstáculo ser impeditivo de passagem, imobilizando o veículo. Isto torna-se ainda mais frustrante quando estamos a conduzir na floresta, e onde qualquer árvore nos para a marcha.

svg%3E

O combate é satisfatório embora simplista. Existem 2 tipos de ataque melee (pesado e leve) e um movimento de dash para tentarmos evitar os ataques inimigos. Existe também as armas de longo alcance que permitem apontar e disparar a arma. Quando atacamos com armas de melee podemos fazer uma combinação de ataques que culmina com um ataque especial bastante gráfico.

Infelizmente a ausência de uma opção para selecionar o inimigo que estamos a lutar faz com que muitas vezes estejamos a golpear o vazio.

O ambiente do jogo no entanto está perfeito. Não só conseguiram captar a essência dos filmes como adicionaram-lhe uma camada de tensão, conseguindo assustar os mais desprevenidos. Embora o jogo tenha por muitas vezes um tom cómico, existem muitas situações de tensão que se tornam mais assustadoras quando jogado com headphones.

Infelizmente e à data desta análise apenas existem dois mapas disponíveis. Embora sejam bastante grandes acaba por ficar uma sensação de repetição passadas algumas horas de jogo, mesmo apesar da localização dos objetivos ser variável de jogo para jogo.

svg%3E

Importa também referir que o jogo é cross-platform, levando a que o matchmaking seja rápido. Além disso não tivemos nenhuns problemas com lag ou perdas de conetividade.

Outros modos de Jogo

Além do modo survivor também temos um modo totalmente focado no single player. Tratam-se de cinco missões onde jogamos sozinhos e que temos objetivos que são excelentes Ester eggs dos filmes.

svg%3E

Estas cinco missões tem uma duração de cerca de 20 minutos cada e é necessário seguir e cumprir determinados objetivos que não variam muito de ir a um sítio para apanhar algo e eliminar um ou mais inimigos, para depois repetir o mesmo objetivo noutra localização do mapa.

No entanto este modo de jogo não tem checkpoints, querendo dizer que perdemos todo o progresso feito. Tendo em conta que este não é o modo principal do jogo e a recompensa é o desbloqueio de algumas personagens jogáveis, como o mítico King Arthur, ter que repetir a missão desde o início cada vez que perdemos parece ser um castigo demasiado pesado e desnecessário para um modo que não é o foco do jogo.

Este modo de jogo decorre nos mesmos mapas que no modo survivor.

svg%3E
Evil Dead
Evil Dead é um jogo que oferece muitas horas de boa disposição, principalmente quando jogado com amigos. No entanto a existência de alguns problemas ao nível da jogabilidade acabam por assombrar este bom jogo
Positivo
Ambiente do Jogo
Recriação dos filmes clássicos
Crossplay
A melhorar
Alguns problemas na jogabilidade
Existência de apenas 2 mapas
Pouco convidativo a repetibilidade
7

Não percas uma novidade